BETCLIC queixa-se da concorrência desleal, mas quer ser a Tesla da inovação

Apostas online

A Betclic quer ser “a Tes­la” na ino­vação”. A casa de apos­tas está apos­ta­da em cri­ar uma nova exper­iên­cia de jogo através dos smart­phones.

A Betclic, a primeira casa de apos­tas online licen­ci­a­da em Por­tu­gal, debate-se com “o grande prob­le­ma” da con­cor­rên­cia dos sites ile­gais. Numa altura em que se decid­iu cen­trar na mel­ho­ria da exper­iên­cia de jogo, a oper­ado­ra recon­hece que o cresci­men­to deste mer­ca­do é difi­cul­ta­do pelo aces­so dos jogadores por­tugue­ses a jogos online ile­gais.

Para travar esta “con­cor­rên­cia desleal”, a Betclic sug­ere uma “artic­u­lação mais próx­i­ma entre a enti­dade reg­u­lado­ra do jogo online e o Ban­co de Por­tu­gal”, para impedir que “sejam proces­sa­dos paga­men­tos a estes oper­adores”, diz Ricar­do Domingues, dire­tor-ger­al da Betclic no país. O gestor adi­anta que o site 1xbet (sem licença no país) tem mais pesquisas no Google do que a Betclic e a Bet, as duas maiores casas de apos­tas do mer­ca­do nacional. Um estu­do do Eurogroup apon­ta que 68% dos apos­ta­dores por­tugue­ses uti­lizam sites ile­gais.

Ricar­do Domingues, dire­tor ger­al da Betclic em Por­tu­gal. Fotografia: Adeli­no Meireles/Global Ima­gens

Esta fuga dos jogadores é expli­ca­da pelos “preços mais com­pet­i­tivos” que as casas de apos­tas ile­gais ofer­e­cem. Como não estão reg­u­ladas, não pagam impos­tos e podem ofer­e­cer condições mais van­ta­josas ao apos­ta­dor. Neste pon­to, Ricar­do Domingues frisa que a trib­u­tação em Por­tu­gal do jogo de apos­tas desporti­vas à cota “não é com­pet­i­ti­va” e, assim, cria-se “um mer­ca­do menos apel­a­ti­vo para o uti­lizador”. Apon­ta o exem­p­lo dos país­es escan­di­navos, onde as oper­ado­ras de jogos online pagam nove vezes menos impos­tos do que em Por­tu­gal. A situ­ação nacional “é incom­portáv­el”, defende. A lei estip­u­lou o paga­men­to entre 8% e 16% sobre as receitas do mon­tante das apos­tas efe­t­u­adas.

Ricar­do Domingues defende uma homo­geneiza­ção das regras para as apos­tas desporti­vas online e para o Plac­ard (jogo explo­rado pela San­ta Casa da Mis­er­icór­dia), e uma trib­u­tação com base na recei­ta de jogo, sem con­tabi­lizar os prémios. A Betclic, que não divul­ga o mon­tante de receitas obti­das em 2017 – primeiro ano de ativi­dade inte­gral -, é muito provavel­mente líder no jogo online em Por­tu­gal. A casa de apos­tas de origem france­sa tem 1,3 mil­hões de jogadores reg­is­ta­dos. “Gos­to de pen­sar que sim, mas não exis­tem dados indi­vid­u­al­iza­dos, mas somos segu­ra­mente os prin­ci­pais oper­adores”, diz Ricar­do Domingues.

No ano pas­sa­do, o primeiro exer­cí­cio com­ple­to, a ativi­dade licen­ci­a­da do jogo online ger­ou receitas de 122,5 mil­hões de euros, com as apos­tas desporti­vas à cota a reg­istarem 68,1 mil­hões. Já ao nív­el dos jogos online de casi­no, Ricar­do Domingues con­sid­era que a ativi­dade “é com­pet­i­ti­va, per­mite ter um negó­cio ren­táv­el, e está den­tro do panora­ma europeu”. O respon­sáv­el frisa que Por­tu­gal “seria um mer­ca­do muito difí­cil de oper­ar se a Betclic tra­bal­has­se só as apos­tas desporti­vas, o jogo de casi­no sus­ten­ta um pouco” o negó­cio.

No país, há sete oper­ado­ras licen­ci­adas de jogo online de casi­no. A Betclic pre­vê, para este ano, um cresci­men­to nas receitas da ordem dos 30%. A oper­ado­ra quer cap­tar mais jogadores e, para isso, decid­iu focar-se no uti­lizador, apos­tar numa comu­ni­cação mais democráti­ca e trans­ver­sal a difer­entes públi­cos e inve­stir na exper­iên­cia de jogo. Mais de 58% dos apos­ta­dores por­tugue­ses inscritos na Betclic uti­lizam hoje o telemóv­el para jog­ar, quan­do em 2016 eram per­to de 28,7%. Quer­e­mos ser “a Tes­la na ino­vação” no mobile, “o jogo alter­ou-se sig­ni­fica­ti­va­mente nos últi­mos anos e nós esta­mos foca­dos na ino­vação, em adap­tar a exper­iên­cia de jogo a este novo con­sum­i­dor”.

*Notí­cia pub­li­ca­da no site Din­heiro Vivo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here