Trader revela suspeitas de apostas viciadas

Pedro Silva decidiu denunciar aquilo que viu

O Match Fix­ing está cada vez mais na ordem do dia. E o tema surge com força cada vez que é noti­ci­a­da algu­ma sus­pei­ta de irreg­u­lar­i­dade. O tema saltou para opinião públi­ca depois de ter sido noti­ci­a­do a oper­ação Jogo Dup­lo que lev­ou à detenção de várias pes­soas, voltou a ser fal­a­do quan­do o Plac­ard decid­iu encer­rar as apos­tas do jogo Rio Ave vs Feirense, e no jogo Esto­ril vs FC Por­to. Como se lem­brarão, os dragões estavam a perder por uma bola a zero a inter­va­lo, o jogo teve de ser inter­rompi­do e adi­a­do dev­i­do a prob­le­mas com a ban­ca­da do Está­dio Coim­bra da Mota. Entre o dia em que o jogo foi can­ce­la­do, e o dia em que foi retoma­do, o Min­istério Públi­co entrou em ação para inves­ti­gar uma trans­fer­ên­cia de € 784 mil das con­tas do FC Por­to para o Esto­ril.

Entre­tan­to, a revista Sába­do entre­vis­tou um trad­er que con­fir­ma as sus­peitas das nego­ci­atas debaixo da mesa nos campe­onatos de fute­bol por­tugue­ses. Muito mais do que acon­tece em Inglater­ra.  Pelo meio tam­bém se fica a con­hecer a difí­cil vida vida de um apos­ta­dor profis­sion­al que vive longe da famíala.

É habit­u­al diz­erem a Pedro Sil­va que ele é um sor­tu­do. Afi­nal, des­de que se tornou apos­ta­dor profis­sion­al, em 2010, só hou­ve um mês em que não gan­hou din­heiro a ten­tar acer­tar em resul­ta­dos, golos ou penáltis dos jogos de fute­bol. Mas ele garante que as apos­tas não têm nada de for­tu­ito. “Esta­va tra­ma­do se depen­desse da sorte ou do azar. Um jogo de fute­bol é uma coisa matemáti­ca, de análise estatís­ti­ca e de prob­a­bil­i­dades”.

Pedro Sil­va é um apos­ta­dor profis­sion­al a viv­er em Inglater­ra… longe da família. Foto: Ricar­do Pereira/Sábado

Pedro Sil­va mudou-se em 2013 para Inglater­ra (via­ja a Por­tu­gal reg­u­lar­mente, para ver a mul­her e os dois fil­hos), porque é lá que estão as grandes casas de apos­tas mundi­ais, como a Bet­fair, com 4 mil­hões de clientes reg­is­ta­dos. Faz mil­hares de apos­tas todos os dias, na sala onde tem nove ecrãs, sin­toniza­dos em jogos de vários campe­onatos, do por­tuguês e inglês ao egíp­cio e paraguaio. “Acom­pan­ho os jogos e as odds e vejo que din­heiro é investi­do”, con­ta.

Foi por isso que a 6 de Fevereiro de 2017 perce­beu logo que havia algo estran­ho no Feirense vs Rio Ave da 20ª jor­na­da da I Liga, dev­i­do ao din­heiro envolvi­do (o Plac­ard e a San­ta Casa sus­pender­am as apos­tas, pois hou­ve apos­ta­dores chi­ne­ses a tentarem inve­stir € 50 mil e € 100 mil ).

Con­segue perce­ber quan­do os jogos estão a ser manip­u­la­dos?

Sim, isso acon­tece quan­do apare­cem pes­soas a ofer­e­cer prémios com­ple­ta­mente dís­pares da prob­a­bil­i­dade de aque­la equipa gan­har.

E isso acon­tece com fre­quên­cia?

É o pão nos­so de cada dia por exem­p­lo na Gré­cia, Romé­nia ou Bul­gária. Vejamos: uma equipa tem 50% de prob­a­bil­i­dades de gan­har e mar­ca um golo. Está a vencer, mas o mer­ca­do diz que a prob­a­bil­i­dade de gan­har pas­sa a ser menor do que quan­do esta­va empata­da. Aí não há dúvi­da de que esse jogo está com­pra­do.

E em Por­tu­gal, quan­do é que começou a notar isso?

Na I Divisão, na época pas­sa­da. Na II hou­ve casos antes. Aliás, foram sinal­iza­dos pela Feder­Bet, o organ­is­mo que faz a mon­i­tor­iza­ção dos jogos nos vários mer­ca­dos e aler­ta para movi­men­tos sus­peitos. Na II Liga, como há menos din­heiro envolvi­do, uma coisa dessas é mais evi­dente, porque se aparece lá alguém a pôr 10 mil euros, isso é logo sus­peito.

Quan­to é que se pode gan­har com uma apos­ta num jogo manip­u­la­do?

As apos­tas num jogo manip­u­la­do podem valer mil­hões de euros.

As enti­dades fis­cal­izado­ras não detec­tam essas movi­men­tações?

Dete­tam.

E em caso de sus­pei­ta, as apos­tas ness­es jogos não são sus­pen­sas a nív­el inter­na­cional?

Não, porque as leis vari­am de país para país. Quem vai fechar uma casa de apos­tas em Sin­ga­pu­ra ou na Cos­ta Rica por sus­peitas de apos­tas num jogo da I Liga por­tugue­sa?

Há sem­pre maneira de gan­har din­heiro com ess­es jogos vici­a­dos?

Claro. Cá só temos três casas reg­u­la­men­tadas [Plac­ard, Betclic e Bet.pt], não temos aces­so a todas as out­ras.

A for­ma de isto ser per­feita­mente trans­par­ente é faz­er como se faz em Inglater­ra e ter­mos as casas todas reg­u­la­men­tadas e a fun­cionar cá, para que uma pes­soa não ten­ha de ir a Inglater­ra para perce­ber o que se está a pas­sar com um jogo adul­ter­ado em Por­tu­gal.

Em relação ao Feirense vs Rio Ave, que indí­cios notou de que pode real­mente ter havi­do cor­rupção?

A quan­ti­dade de din­heiro abso­lu­ta­mente anor­mal que entrou a favor da vitória do Feirense, em prob­a­bil­i­dades com­ple­ta­mente estúp­i­das.

Tem ideia do dinheiro envolvido?

As apos­tas no jogo movi­men­ta­ram 2 ou 3 mil­hões. E só na Bet­fair. Não esta­mos a falar das casas asiáti­cas.

Que pormenores do jogo é que achou estranhos?

O que chama mes­mo mais a atenção é a quan­ti­dade de din­heiro envolvi­do a favor do Feirense, numa prob­a­bil­i­dade irre­al. Em relação ao jogo, o primeiro golo do Feirense é per­feita­mente nor­mal, mas o segun­do já não parece tan­to, os defe­sas pare­cem desi­s­tir do lance.

É uma coisa que pode acon­te­cer, mas com a quan­ti­dade de din­heiro a cir­cu­lar no mer­ca­do isso é estran­ho.

Houve outros casos de jogos suspeitos, na I Liga portuguesa?

Sim, na época pas­sa­da há o Paços de Fer­reira vs Feirense. E porquê? Porque a prob­a­bil­i­dade de o Feirense gan­har no cam­po do Paços nun­ca pode ser supe­ri­or a 50%, e neste caso foi.

Ao inter­va­lo, com 0–0, e depois de uma primeira parte em que o Paços ata­cou muito mais, emb­o­ra nas vrias opor­tu­nidades pare­cesse que os avança­dos estavam a pas­sar a bola ao guar­da-redes do Feirense, a odd era de 2, ou seja o Feirense con­tin­u­a­va a ter 50% de hipóte­ses de gan­har.


Mas isso não podem ser ape­nas erros dos jogadores?

Claro, o que não é nor­mal é que haja alguém a pôr cen­te­nas de mil­hares de euros a favor de algo que é com­ple­ta­mente estúpi­do.

Havia alguém nos mer­ca­dos a acred­i­tar que o Feirense ia gan­har, e eram várias pes­soas. E estavam dis­pos­tos a pôr din­heiro em prob­a­bil­i­dades com­ple­ta­mente estúp­i­das de que isso ia acon­te­cer, e só des­cansaram quan­do o Feirense mar­cou o golo”.

Diz que hou­ve com­por­ta­men­tos sus­peitos, como avança­dos iso­la­dos a fal­har. Isso são indí­cios sufi­cientes de que os jogadores do Paços de Fer­reira rece­ber­am din­heiro para perder o jogo?

Não sei, mas havia alguém nos mer­ca­dos a acred­i­tar que o Feirense ia gan­har, e eram várias pes­soas. E estavam dis­pos­tos a pôr din­heiro em prob­a­bil­i­dades com­ple­ta­mente es-túp­i­das de que isso ia acon­te­cer, e só des­cansaram quan­do o Feirense mar­cou o golo, até lá insis­ti­am que eles iam gan­har. Ess­es fal­hanços podi­am acon­te­cer nat­u­ral­mente? Claro. Ago­ra, não é comum isso acon­te­cer com o din­heiro que esta­va a entrar.

Parece que vê os jogos de uma maneira como se um fal­hanço não pudesse acon­te­cer. Mas o fute­bol não é feito de muitos fal­hanços?

No fute­bol, a maior parte das pes­soas não tem essa per­cepção, mas porque é que não se fala de prob­a­bil­i­dades reais de vitória ou der­ro­ta? Abstraí­mo-nos da parte matemáti­ca, mas o fute­bol tem muito a ver com prob­a­bil­i­dades, a arte de gan­har din­heiro nos mer­ca­dos de apos­tas pas­sa por iden­ti­ficar ess­es padrões e ver quan­do é que eles se repetem.

Com a quan­ti­dade de jogos que já acom­pan­hei na min­ha vida, e que foram mais de 100 mil, é pos­sív­el perce­ber quan­do há situ­ações padronizadas e quan­do algu­ma coisa está por trás.

Há sus­peitas de jogos em que os jogadores do Feirense pode­ri­am ser pagos para perder?

Nos jogos que detectei movi­men­tos estran­hos era sem­pre para o Feirense gan­har. Só vejo o que acon­tece nos mer­ca­dos, e o que acon­te­cia é que apare­cia demasi­a­do din­heiro a favor das vitórias do Feirense, em prob­a­bil­i­dades irreais.

Era impos­sív­el não haver um con­hec­i­men­to espe­cial rel­a­ti­va­mente àquele jogo, havia de certeza alguém que sabia mais.

Nun­ca lhe apare­ceu um jogo sus­peito envol­ven­do Ben­fi­ca, FC Por­to ou Sport­ing?

Não. Com situ­ações assim tão claras, não. Ago­ra, o que se começa a iden­ti­ficar são padrões rel­a­ti­va­mente ao com­por­ta­men­to do vídeo-árbi­tro (VAR).

Quan­do o VAR vai definir se é golo ou fora-de-jogo, há imen­so din­heiro a entrar. E as pes­soas apos­tam a favor do clube grande, porque já se perce­beu que o VAR foi cri­a­do para ben­e­fi­ciar os clubes grandes.

E em relação ao Rio Ave-Ben­fi­ca da época 2015/16, ago­ra inves­ti­ga­do pelas autori­dades?

Vi a notí­cia, mas não hou­ve nada de anor­mal nesse jogo ao nív­el do mer­ca­do das apos­tas. A ter acon­te­ci­do algu­ma coisa, nada teve a ver com apos­tas.

Em Março de 2017, na II Divisão B espan­ho­la, qua­tro jogadores, um treinador e um diri­gente do Eldense foram deti­dos por sus­peitas de vicia­rem um resul­ta­do com o Barcelona B.

O acor­da­do era estarem a perder 8–0 ao inter­va­lo e por mais de 11–0 no final, o que acon­te­ceu. Tem con­hec­i­men­to de out­ras com­bi­nações assim estra­nhas?

Sim. Estes casos que acon­te­ce­r­am na II Liga por­tugue­sa, alguns tin­ham a ver com a quan­ti­dade de golos que eram mar­ca­dos, pas­sa­va por haver uma difer­ença de 5 golos, como acon­te­ceu no Ori­en­tal-Oliveirense. E como são coisas pouco prováveis de acon­te­cer, con­seguem-se cor­re­spondên­cias em odds muito altas.

https://www.youtube.com/watch?v=M0vJrjy6M3Q

No caso dos jogadores da II Divisão, terão aceita­do val­ores entre € 3.500 e € 7.500  para perder. Isto não são quan­tias peque­nas?

Sim, é muito pouco. E se aceitam isso é porque devem ter a per­cepção de que há pou­cas hipóte­ses de serem apan­hados, porque ninguém se deixaria cor­romper por esse val­or.

Além do Feirense-Rio Ave e Paços de Fer­reira-Feirense, há out­ros jogos sus­peitos na I Liga?

Há out­ros jogos do Feirense, mas não tão evi­dentes. Depois há aque­las situ­ações que não são muito nor­mais, como o penálti do Tonel no Sport­ing-Bele­nens­es, em que fez um penálti estúpi­do.

Especu­lou-se sobre isso, pois ele tin­ha joga­do no Sport­ing, mas terá sido um lance for­tu­ito, porque não acon­te­ceu nada nos mer­ca­dos ao nív­el de entra­da de din­heiro.

O que acha de ter­mos uma equipa em Por­tu­gal, o Feirense, cujo pres­i­dente da SAD é dono de uma casa de apos­tas na Nigéria?

É um fac­tor de risco, é o primeiro pas­so para estas situ­ações con­tin­uarem a acon­te­cer. Devíamos era ter casas de apos­tas a patroci­nar as camiso­las dos clubes, a porem pub­li­ci­dade estáti­ca no está­dios.

Em Inglater­ra não há com­pra de resul­ta­dos?

Não. Tan­to na I como na II Liga, isso é impos­sív­el. Há tan­ta gente e tan­to din­heiro lá que é impos­sív­el manip­u­lar aque­les mer­ca­dos. Qual é a mel­hor for­ma de com­bat­er­mos este fenó­meno? É todos nós ser­mos um bocad­in­ho polí­cias dis­to.

Se tiver­mos todos os espec­ta­dores dos jogos da I Liga por­tugue­sa inteira­dos do din­heiro que está a ser transac­ciona-do num jogo, é impos­sív­el alguém manip­u­lar e não ser descober­to.

Porque é que foi viv­er para Inglater­ra?

Em Por­tu­gal, as maiores bol­sas de apos­tas não estão reg­u­la­men­tadas. Se o fiz­er é uma con­tra-orde­nação que acar­reta uma mul­ta de 2.500 euros.

Qual foi a maior apos­ta que fez? € 5 mil, € 10 mil ?

Não faço apos­tas de risco tão grande. Mas já apos­tei para gan­har 10 mil euros. No mel­hor mês que tive hou­ve um jogo em que gan­hei € 14 mil, mas o meu risco nor­mal­mente não ultra­pas­sa € 1000.

Em oito anos, tive uma apos­ta fal­ha­da de € 2900 , num jogo no Japão (o tipo mar­cou, começou a fes­te­jar, entre­tan­to a imagem da tele­visão fal­hou, eu tin­ha meti­do din­heiro a favor do golo e não vi que afi­nal tin­ha sido anu­la­do – nun­ca mais entrei em jogos do Japão). E tive out­ro caso, um Vit. Guimarães-Arou­ca.

O Guimarães mar­cou um golo e eu estu­p­ida­mente meti o din­heiro todo a favor do Arou­ca, bar­al­hei-me com as camiso­las e per­di 3 mil euros. Foi a úni­ca vez que cheguei ao fim do mês com pre­juí­zo: 300 euros. No caso do Japão ain­da con­segui recu­per­ar.

Apos­ta em vários jogos ao mes­mo tem­po?

Sim, por isso é pre­ciso estar com mui­ta atenção. É um des­gaste men­tal muito grande, estou ali fecha­do 10 horas, ou um fim-de-sem­ana inteiro, e chega ao fim e per­co 100 euros. Resi­s­tir a isso é o grande desafio. Porque as pes­soas pen­sam: que azar, estive quase a gan­har, mas a bola foi ao poste.

Isto não é uma questão de azar. Por exem­p­lo, qual é a prob­a­bil­i­dade de um jogador mar­car golo num penálti? Eu fiz uma análise e pos­so diz­er que um jogador destro tem a pos­si­bil­i­dade de fal­har um em cada cin­co penáltis e um esquerdi­no um em cada qua­tro.

E porquê? Porque os destros têm tendên­cia a chutar para o lado esquer­do do guar­da-redes e os can­ho­tos para o seu lado dire­ito. E como a maior parte dos guar­da-redes são destros, ati­ram- -se mais para o seu lado dire­ito, têm mais facil­i­dade em defend­er desse lado, têm mais força nesse braço, con­seguem esticar-se mais e chegam mais vezes à bola. Isto não é sorte ou azar, é matemáti­ca.

Nota: Entre­vista pub­li­ca­da a 4 de Janeiro de 2018 na revista Sába­do.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here