A anti­ga estrela fem­i­ni­na dos rel­va­dos norte amer­i­canos esteve em Por­tu­gal em novem­bro para o encon­tro do Web Sum­mit onde declar­ou que foi apal­pa­da pelo ex-pres­i­dente da FIFA Joseph Blater durante a cer­imó­nia de entre­ga da Bola de Ouro de 2013 à mel­hor jogado­ra.

No pas­sa­do foram divul­gadas na inter­net fotos bem ínti­mas da jogado­ra norte-amer­i­cana.

 

Entre­tano, Hope Solo, de 36 anos, tam­bém anun­ciou a sua can­di­datu­ra à presidên­cia da Fed­er­ação de Fute­bol dos Esta­dos Unidos. No cur­rícu­lo da ex-guar­da redes está escrito que foi con­vo­ca­da 202 vezes para a seleção dos Esta­dos Unidos e inte­grou as equipas que gan­haram os títu­los olímpi­cos em Pequim2008 e Londres2012, e o Mundi­al de 2015.

O passado polémico

A fute­bolista lid­er­ou o movi­men­to que ameaçou boico­tar os Jogos Olímpi­cos Rio2016 caso não fos­sem con­ce­di­dos às mul­heres sub­sí­dios iguais aos dos home­ns.

A guar­da-redes deixou a seleção na sequên­cia de uma sus­pen­são de seis meses, que lhe foi impos­ta pela USSF, depois de ter feito comen­tários con­sid­er­a­dos anti­desportivos con­tra as jogado­ras da Sué­cia nos quar­tos de final do torneio olímpi­co Rio2016.

Solo já tin­ha sido sus­pen­sa em 2015 após ter sido deti­da durante um está­gio da seleção, por ter insul­ta­do um polí­cia quan­do seguia de car­ro com o mari­do, que con­duzia embria­ga­do.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here