Betfair sem prespectivas, Bet365 com discurso optimista

Conclusões retiradas na #LIAC2018

C om uma conferência de afiliados a decorrer no nosso país numa altura destas, em que há pouca boa oferta para os apostadores on line, era obrigatório perguntar às duas casas de apostas desportivas que já foram as mais populares no nosso país (a Betfair e a bet365) em que pé estavam as coisas. Sabíamos que não iriamos conseguir grandes novidades, mas ao menos poderíamos ter uma melhor noção do que nós pode esperar. Então vamos lá começar…

 stand da Paddy Power, o grupo que detém a BetFair, era, entre as grandes empresas de jogos on line presentes na LIAC (Lisbon Affiliate Conference), a mais modesta do Pavilhão 4 da Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações.

Mas é coerente. Porque a Betfair é também a empresa que menos tem para oferecer, infelizmente, aos apostadores portugueses. Ficou claro que casa de apostas não irá operar tão cedo em Portugal. Pelas conversas que tive neste stand, as prespectivas para os próximos cinco anos são muito reduzidas. Betfair e o Turismo de Portugal já tiveram conversações, mas a a casa de apostas não cede na sua posição (tem tudo a ver com a elevada tributação do Estado português ao jogo online), e daquilo que deu para perceber nesta feira de jogo online o mercado português não é prioridade para a Paddy Power.

Conclui a conversa com um “por este andar nem dentro de cinco anos vai ter Betfair em Portugal”, e ninguém me negou. Recebi apenas um sorriso como a concordar que se nada mudar, os apostadores portugueses vão ficar privados durante muito tempo daquela que é considerada como uma das melhores casas de apostas a operar no nosso país.

Já o discurso na bet365, outra das casas de apostas muito populares entre os apostadores portugueses, o discurso é um pouco diferente. Sem novidades, mas mais optimista. O gerente que nos recebeu para uma pequena reunião (na sua casa bem catita que até tinha matraquilhos para entreter, e um lounge no piso superior para relaxar) revelou que a Bet65 ainda não desistiu do mercado português, e que mantém contacto com o Governo português.

Um panorama do stand da bet365 na LIAC2018

A taxação de impostos é um problema, mas mesmo assim o mercado português é apetecível para a bet365. Eles sabem que eram uma casa muito popular no nosso país, e por isso estão disponíveis para desenvolver esforços para entrar em Portugal. Mas não será a qualquer custo, e não tão cedo. “Em 2019 de certeza que não estaremos no mercado português. Mas depois quem sabe. É uma possibilidade. Nós queremos“, diz-nos o gerente.

Portanto, esta é uma média boa notícia. Apesar de tudo, a bet365 está com vontade no nosso país, ao contrário da BetFair. Conclusão: é fazer  figas para que a bet365 tenha condições para entrar no nosso país. Porque relativamente à Betfair bem que podemos esperar… deitados.

 
COMPARTILHAR
Artigo anteriorParaná x Flamengo | Prognóstico
Próximo artigoAposta da Semana #5 | Internacional vs Santos
Sou apostador desde 2013, e sou um apaixonado por esta área. Vivo em Lisboa, sou adepto do Benfica (mas não doente), e criei projecto CaXemira Bet em 2015 para partilhar prognósticos (com principal incidência sobre o Futebol) e algum conhecimento sobre o mundo das apostas desportivas. Tento explicar aos iniciados, com uma linguagem acessível, e através de experiências próprias, algumas dicas e técnicas de sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA