Quatro jogadores do Rio Ave foram constituídos arguidos no âmbito de uma investigação que aponta para o aliciamento de atletas vilacondenses de forma a perderem jogos da I Liga de futebol.

Em causa estará principalmente um jogo com o Feirense na época passada, facto que levou à suspensão, de imediato, da referida aposta no Placard. O jogo Feirense-Rio Ave pertenceu à 20.ª jornada da época 2016-17, e resultou num triunfo caseiro por 2-1. Na altura foram detetadas alegadas irregularidades nas apostas, o que levou à intervenção da Santa Casa da Misericórdia.

Segundo foi noticiado no momento a justificação da SCM em suspender as apostas estaria relacionada com “um afluxo anormal de movimentos relacionados com esta partida, em especial de uma alegada aposta de 100 mil euros de um apostador proveniente da China”.
A SIC adianta agora que houve € 500 mil euros apostados no Placard na mesma tendência e € 50 mil  eram de um só apostador. São dados que fazem soar os alertas de segurança por haver assim uma quantidade anormal de dinheiro apostado num mesmo sentido, neste caso no Feirense – Rio Ave da época passada.
De recordar as reportagens emitidas na altura.

Esta investigação da Polícia Judiciária do Porto decorre já há um ano e desenvolve-se no âmbito do caso ‘Jogo Duplo’. Em causa está a prática de ‘jogos combinados’ e deverá englobar ainda outros jogos da Primeira Liga das últimas temporadas.

No votes yet.
Please wait...
 

DEIXE UMA RESPOSTA