Princípio de acordo assinado entre os gilistas e o Belenenses coloca um ponto final no polémico Caso Mateus, que durava há 12 anos. Liga Portugal mediou entendimento entre os dois clubes, que permite subida administrativa dos “galos” dentro de dois anos.

Rui Pedro Soares, presidente da SAD do Belenenses, Pedro Proença, presidente da Liga de Clubes, e Francisco Dias Silva, presidente da SAD do Gil Vicente, assinaram um acordo histórico

O Gil Vicente vai voltar à Primeira Liga em 2019/20, numa promoção automática anunciada esta terça-feira pela Liga Portugal e estabelecida entre o emblema minhoto e o Belenenses, que mantinham um diferendo há 12 anos, devido ao polémico Caso Mateus, agora definitivamente encerrado.

O princípio de acordo foi assinado hoje na sede da Liga, entre os presidentes das SAD’s de Gil Vicente e Belenenses, Francisco Dias da Silva e Rui Pedro Soares, respectivamente, bem como Pedro Proença, líder do organismo que tutela o futebol profissional em Portugal.

“Trata-se de um acordo histórico, que põe fim a um diferendo que durava há 12 anos. A boa vontade de ambas as sociedades desportivas é notória e a Liga Portugal monitorizará todos os passos, de ora em diante, no sentido da resolução definitiva nas várias instâncias”, afirmou Proença, citado pelo site da Liga.

Este entendimento, na leitura do presidente da Liga, “fechará uma página do passado do nosso futebol e é a prova das capacidades agregadoras da Liga de hoje”.

Acordo após decisão judicial favorável ao Gil Vicente

O acordo entre Gil e Belém segue-se, mais de um ano depois, à decisão do Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa, que havia concedido razão ao emblema de Barcelos no que diz respeito ao Caso Mateus.

Em 2006, o controverso processo da alegada inscrição irregular do jogador angolano Mateus, ditou a descida do Gil Vicente à Segunda Liga, via secretaria e a consequente repescagem do Belenenses, que havia descido de divisão, dentro de campo.

Em Maio de 2016, o Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa tinha dado razão ao Gil Vicente em todo este processo, que em 2006 ditou a descida dos gilistas à Segunda Liga e a repescagem do Belenenses, que havia descido de divisão.

O Gil Vicente marcou presença pela última vez, no principal escalão do futebol português, em 2014/15.

No votes yet.
Please wait...
 
COMPARTILHAR
Artigo anteriorFC Porto contra o Liverpool e duelo entre Real e PSG
Próximo artigoA fantástica receção de Quaresma
Sou apostador desde 2013, e sou um apaixonado por esta área. Vivo em Lisboa, sou adepto do Benfica (mas não doente), e criei projecto CaXemira Bet em 2015 para partilhar prognósticos (com principal incidência sobre o Futebol) e algum conhecimento sobre o mundo das apostas desportivas. Tento explicar aos iniciados, com uma linguagem acessível, e através de experiências próprias, algumas dicas e técnicas de sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA