… e lev­am atrás todas out­ras casas de apos­tas legal­izadas em Por­tu­gal . Já não há ver­gonha nem descara­men­to na cara. O monopólio das apos­tas desporti­vas é mes­mo nis­to que resul­ta.

Mas vamos a fac­tos. A casa de apos­tas Plac­ard decid­iu sus­pender todas as apos­tas do jogo Feirense vs Rio Ave (que se real­i­zou segun­da-feira, dia 6 de janeiro) porque notaram um apos­ta com um val­or anor­mal (€100 mil) reg­is­ta­da num esta­belici­men­to na Póvoa do Varz­im por um apos­ta­dor que não se sabe muito bem de onde é.

A SIC fez uma reportagem sobre o suce­di­do, para toda a gente perce­ber o que se pas­sou:

Na ver­dade o que se pas­sou? Basi­ca­mente o Plac­ard esta­va a pagar 3.10 € pela vitória do Feirense, enquan­to out­ras cass de apos­tas desporti­vas inter­na­cionais não estavam ofer­e­cer um odd para além dos 2,80. Um apos­ta­dor viu que, na sua opinião, o Plac­ard esta­va a ofer­e­cer uma odd de muito val­or e decid­iu inve­stir. Por­tan­to, algum book­er da Plac­ard fez mal as con­tas e iria faz­er perder com que a San­ta Casa de Mis­er­icór­dia de Lis­boa perdesse muito din­heiro.

Na ver­dade o que se pas­sou? Basi­ca­mente o Plac­ard esta­va a pagar 3.10 € pela vitória do Feirense, enquan­to out­ras cass de apos­tas desporti­vas inter­na­cionais não estavam ofer­e­cer um odd para além dos 2,80”

O que decid­iu a San­ta Casa faz­er? Como já se sabe, sus­pender as apos­tas desporti­vas à San­ta Casa, e lançar sus­peitas de manip­u­lação de resul­ta­dos, numa altura em que ain­da está muito pre­sente nos adep­tos de fute­bol e de apos­tas desporti­vas o escân­da­lo da II Liga no final da época pas­sa­da.

O que ficaram os apos­ta­dores a saber? Que o Plac­ard em situ­ações em que a cul­pa é sua (e de rig­orosa­mente mais ninguém) pode remen­dar o erro sus­penden­do a seu belo praz­er as apos­tas desporti­vas, e, se assim o quis­er, não pagar o lucro dev­i­do aos apos­ta­dores que decidi­ram inve­stir o seu din­heiro em deter­mi­na­da apos­ta. E sem­pre com a jus­ti­fi­cação de sus­peitas de manip­u­lação de resul­ta­dos e de apos­tas “anor­mais”.

[O Plac­ard] em situ­ações em que a cul­pa é sua pode remen­dAr o erro sus­penden­do  a seu belo praz­er AS APOSTAS DESPORTIVAS

Mais grave. Percebe-se que a SRIJ, que reg­u­la as apos­tas desporti­vas e que suposta­mente dev­e­ria pro­te­ger os apos­ta­dores, vai estar sem­pre do lado das casas de apos­tas desporti­vas e não dos apos­ta­dores. E vai influ­en­ciar as out­ras casas de apos­tas desporti­vas online legal­izadas: a Betclic, e a Bet.pt. Pro­va dis­so mes­mo está no fac­to destas duas casas de apos­tas desporti­vas terem toma­do a mes­ma ati­tude do Plac­ard rel­a­ti­va­mente ao jogo Feirense vs Rio Ave (e eles não tin­ham a des­cul­pa da apos­ta “anor­mal” de € 100 mil).

Con­clusão dura: ape­sar da legal­iza­ção das apos­tas desporti­vas online em Por­tu­gal, é a Plac­ard que man­da. Vê-se isso pelo fac­to de as odd’s da BetClic e da BEt.pt estarem nive­ladas com as do Plac­ard, e ago­ra com a decisão da sus­pen­são do jogo Feirense vs Rio Ave.

O futuro das apos­tas legal­izadas em Por­tu­gal não se aviz­in­ha rison­ho.

Ten­ho a certeza que vai haver cada vez mais apos­ta­dores a procu­rarem casas de apos­tas desporti­vas online alter­na­ti­vas.

.…
ohomem de CaX­emi­ra

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here