O povo português é de facto um país muito pouco grato… e de memória curta. O nosso país tem provado que consegue estar no patamar de excelência em muitas áreas, e nós, povo português, em vez de apoiarmos e incentivarmos, escolhemos como primeira atitude o deita abaixo, incapazes de olhar para a história recente.

Por muito que os portugueses queiram ver outra coisa, e tenham muita vontade de comemorar um título Europeu, a verdade é que Cristiano Ronaldo é um homem e não uma máquina. Já aqui tinha previsto que o rendimento do nosso puto maravilha neste Europeu não seria o melhor, mas o ataque de que está a ser alvo neste momento por parte do povo português é de uma tremenda injustiça. Ronaldo não está a render mais não é porque não quer, é porque não pode. Mas mesmo com condicionalismos, ele faz questão de fazer o melhor, e dizer presente. Mesmo em sacrifício.

Independentemente do resultado de logo à tarde, a nação terá sempre muito a agradecer a Cristiano Ronaldo. Caso não se lembrem se estamos neste Europeu devemos muito ao camisola 7. É só fazer um esforço de memória, e recordarmos o jogo contra a Suécia. Vá, emocionem-se outra vez:

Li este artigo do Expresso e fiquei espantado. Por muito forte que CR7 queira parecer, ele não precisa de ser irritado. Já provou que ele próprio se irrita quando as coisas não correm bem. Neste momento, ele precisa de ser acarinhado, e motivado pelo povo português.

Eu confio na nossa selecção. Não sou daqueles que vai da euforia à depressão em menos de nada, e volta ao estado de euforia no momento seguinte ao prever que a Hungria vai ser esmagada pela nossa selecção… só porque sim. Logo ficarei contente, e confio seriamente que isso mesmo vai acontecer,  com uma vitória por 1-0, de preferência com um golo marcado por Cristiano Ronaldo, para este voltar a ser admirado pelos portugueses que se esquecem do seu contributo à velocidade do vento.

ohomemdecaxemira

 

No votes yet.
Please wait...
 
COMPARTILHAR
Artigo anteriorA PRIMEIRA casa de apostas online LEGAL
Próximo artigoA comemoração da Islândia
Sou apostador desde 2013, e sou um apaixonado por esta área. Vivo em Lisboa, sou adepto do Benfica (mas não doente), e criei projecto CaXemira Bet em 2015 para partilhar prognósticos (com principal incidência sobre o Futebol) e algum conhecimento sobre o mundo das apostas desportivas. Tento explicar aos iniciados, com uma linguagem acessível, e através de experiências próprias, algumas dicas e técnicas de sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA