A última jornada da II Liga da temportada 2015/2016 trouxe a público aquilo que já se falava há muito tempo à boca fechada entre a comunidade de aposta desportivas, e os fãs do futebol em geral: a combinação e viciação de resultados, os chamados fixed games.  Os jogos combinados são algo que realmente acontece no futebol mundial, basta acompanhar  e ver o que se vai passando nos campeonatos ingleses, italianos e em alguns da América do Sul. Com a legalização das apostas desportivas, esta bomba rebentou agora no nosso país. Já há muito tempo que há resultados na II Liga que parecem muitos estranhos, bem como algumas situações de jogo (expulsões, penalties e golos depois dos 90′). Há casos mais flagrantes do que outros, e a Justiça começou a atuar. A última jornada da II Liga desta época (2015/2016) era bastante decisiva para algumas equipas, entre as quais o Benfica B que tinha de ganhar para se manter no segundo escalão do futebol profissional. O Benfica B mediu forças contra o Freamunde, arbitrado por Bruno Paixão. Coincidência ou não (!), o Benfica B acabou por ganhar 4-0, com o primeiro golo a ser marcado depois da conversão de uma grande penalidade, e um  jogador do Freamunde foi expulso. Contudo, este jogo não foi  analisado pela Justiça portuguesa. Preferiram estar atentos a outro. Ao Oliveirense-Leixões, em que a equipa do Leixões precisava de vencer para não descer de divisão. A vitória por 1-2 acabou por ser conseguida quase ao cair do pano.

Depois do jogo, a PJ acabou por deter o presidente do Leixões, Carlos Oliveira, e o diretor desportivo, Nuno Silva, que são acusados de ter comprado alguns jogadores da Oliveirense para ajudarem a equipa  do Porto. Segundo o Correio da Manhã, um guarda-redes poderá ganhar € 15 mil para sofrer golos, e um jogador que ocupe outra posição podem ganhar em média € 3.300, “dependendo do esforço que cada jogar possa fazer para que o objectivo do resultado seja concretizado”.

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira, presidente do Leixões
Nuno Silva
Nuno Silva, diretor desportivo Leixões

 

 

 

 

 

 

Os jogadores da Oliveirense aliciados terão sido aqueles que já tinham sido abordados anteriormente para a viciação de resultados. Conheça agora a cara dos jogadores que foram suspeitos a ajudaram à viciar os resultados.

8906_helder_godinho
1. Hélder Godinho, 38 anos, Guarda-Redes
74959_pri_pedro_oliveira
2. Pedro Oliveira, 22 anos, Avançado (passou pelos júniores do Benfica)
299268_ansumane_junior
3. Ansy Faty, 21 anos, Ponta de Lança
211865_luis_martins
4. Luís Martins, 23 anos, Defesa-Central

 

 

 

 

 

 

De recordar, que esta não é a primeira vez que o nome da Oliveirense está associada a resultados viciados. E na verdade no início da época o clube acabou por dispensar dois jogadores sobre os quais recaíam fortes indícios de contribuírem para a viciação de resultados.

287478_moedas
1. Hugo Moedas, 22 anos, Médio
97725_pri_carela
2. João Carela, 28 anos, Defesa

 

 

 

 

 

Este dois jogadores jogam  atualmente no Estarreja, e Moedas foi dispensado da Oliveirense depois de ter marcado um autogolo.

Também foram detidos quatro jogadores do Oriental. Na última jornal da II o Oriental jogou contra o Atlético, na Tapadinha, equipa sobre a qual também já recaíram suspeitas de viciação de resultados. As duas equipas lisboetas já não tinham qualquer tipo de hipótese concretas de se manterem na II Liga. O jogo terminou 2-3, a favor do Oriental, a equipa menos favorita a ganhar o jogo. As casas de apostas desportivas pagavam 14 euros por cada euro investido na vitória do Oriental. Quem assistiu ao jogo comenta que algo de anormal se passava, mas os inspectores detiveram quatro jogadores Orienta por causa de um jogo contra… a Oliveirense.

Estes são os jogadores do Oriental apreendidos:

246333_pri__20160302092235_diego_tavares
1. Diego Tavares, 25 anos, Defesa-Central
313205__20160120164353_rafael_veloso
2. Rafael Veloso, 22 anos, Guarda-Redes (passou pelo Sporting e foi Internacional)
313204__20160120164353_joao_pedro
3. João Carvalho, 31 anos, Defesa-Esquerdo
313520__20160121131534_andre_almeida
4. André Almeida, 25 anos, Defesa-Central, passou pelos júniores do Belenenses

 

 

 

 

 

 

Neste processo estão também envolvidos

Carlos Silva, conhecido por Aranha, membro dos Super Dragões, e o empresário Gustavo Oliveira

Aranha, membro dos Super Dragões

 

O jogo que fez suspeitar de haver viciação de resultados nos jogos da Oliveirense e Oriental foi este:

 

Entretanto, há mais um ex-jogador de futebol que foi detido no âmbito do processo Jogo Duplo.

Rui-Dolores
Rui Dolores, ex-futebolista
Aposta Rui Dolores
Aposta que Rui Dolores partilhou nas redes sociais

 

 

 

 

 

“Rui Dolores, que jogou no Beira-Mar e no Paços de Ferreira, hoje com 38 anos, é um dos 15 detidos na operação ‘Jogo Duplo’, por suspeito de participação em resultados combinados com o objetivo de obter ganhos substantivos em apostas desportivas.

O antigo jogador, que esta época ainda fez uma perninha pelo Beira-Mar, ‘trabalhava’ com ‘Aranha’, nº 2 dos Super Dragões, e com Custódio, também da claque portista, igualmente detidos no sábado. Rui Dolores começou a época como adjunto de Filó no Freamunde mas ambos abandonaram o clube antes do início da 2ª Liga, só com um jogo oficial, relativo à Taça CTT, disputado”

Notícia Record (16/5/2016)
Pouco depois de sair do Freamunde, Rui Dolores exultou na sua página do Facebook com algumas apostas bem-sucedidas, entre as quais a que se publica aqui, relativa a jogos das provas europeias. Destaca-se nessa aposta os mil euros que arriscou para ganhar mais de € 8.300…

 

 

 

No votes yet.
Please wait...
 

DEIXE UMA RESPOSTA